Esse não é um texto feliz.

23:49

Por Débora Queirós
Hoje eu estou triste. 
Triste de uma maneira que já fiquei várias outras vezes. 

Não tá sendo fácil lidar com opiniões diferentes, não tá sendo fácil ver minhas crises de tpm afetando minha vida de várias maneiras, não tá sendo fácil sair do trabalho e mergulhar em algo totalmente novo e inesperado, não tá sendo fácil ter tantos problemas de "gente grande" pra resolver, não tá sendo fácil ver amigas sofrendo por elas ou entes queridos, enfim... não tá sendo fácil. 

De uns dias pra cá, quando tudo pareceu estar desmoronando, eu só tinha a escolha de continuar firme e não deixar a lágrima rolar, eu precisa ser madura o suficiente pra resolver todos os problemas que estavam a minha volta, pois eu já devia ser capaz de resolvê-los sozinha. Mas na verdade, a única coisa que queria era voltar no tempo, evitar os acidentes e me certificar que o maior dos meus problemas era saber que horas eu precisava acordar no dia seguinte. 

Não sei o que vem acontecendo nos meus finais de ano, tem sido tradição enfrentar provas pesadas em todo final de um. Não sei se é coincidência ou se realmente papai do céu permite isso pra que eu entre mais calejada, forte e corajosa para o ano seguinte. Prefiro acreditar na segunda opção, pois pelo menos sei que alguma lição tirarei disso tudo. 

Ás vezes paro e penso o quão pequeno é meu problema em relação ao mundo a minha volta e me sinto sufocada em não poder expressar a minha dor, afinal, ela não é tão grande quanto a de fulano ou sicrano, eu preciso guardá-la no fundo do meu coração, respirar fundo e seguir em frente, certo? Não, errado! Na verdade, eu preciso SENTI-LÁ, de corpo, alma, coração, totalmente e profundamente, afinal, a dor é MINHA e eu sei o quanto ela vem pesando em MIM. 

Hoje eu acordei feliz mas vou terminar esse texto de uma maneira triste... mas aliviada. Eu precisava expressar de alguma forma o que estava sentindo e a melhor maneira que conheço é escrevendo. Sobre a dor, sobre o sentimento, sobre o problema, sobre o aprendizado, sobre tudo. Esse não é um texto feliz, mas é um texto bom. Que me fará lembrar de uma época difícil mas que de uma forma ou outra, passará.

Sempre passará. 
"Filho meu, tenha calma, pois meu Poder é tua fonte
E quando afligir tua alma, erga teus olhos e cante
Confia em mim sem receio, louve a Deus de joelhos
Pois quando tu perdes a fé, Meu amor te coloca em pé
Pois fraco e entregue à tua sorte, é quando eu te faço forte..."

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se