Das cartas que não foram enviadas a ti.

23:24


Por Dárvily Mendes
Está é mais uma… Mais uma daquelas que tu nunca verás chegar na caixa de correio da tua casa, aquela de cor amarela meio enferrujada pela chuva que deixa molhar a muitos anos, mas estou aqui com ela em minhas mãos, com uma caneta de cor escura e com os dedos trêmulos, os meus olhos estão lacrimejando e sentem bastante falta de olhar nos teus olhos; está é mais uma, mais uma carta que leva consigo marcas de dores internas, ela está manchada, com lágrimas, é verdade, mas me desculpe pela minha dor que aparenta tão explicita em meus escritos e se um dia você vê-la, tente entender… Enfrento um abismo imenso de tristeza e solidão, quando fores embora da última vez deixasse um enorme buraco no meu peito e desde então, tento conviver com esse abismo que me faz escrever sem parar na esperança de ser entendida por alguém e principalmente por ti, meu amor…

Você pode gostar também:

1 comentários

  1. Esse post me lembrou um livro que li recentemente "Ainda Não Te Disse Nada" de Maurício Gomyde, um autor nacional que está arrasando...

    ResponderExcluir

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se