E a Disney invetando maneiras de me fazer acreditar que era fácil.

20:58

Por Marina Duarte

Friozinho na barriga? A fome de repente sumiu? Você está lendo um livro mas ao mesmo tempo, seus olhos estão vidrados nas janelinhas que sobem do msn e a cada “taram” o coração pula a ponto de quase sair pela boca? Ih... já era, você tá amando.

Se isso é bom ou ruim? Aí já não sei te dizer, vai depender da outra pessoa, se ela corresponder é bom, aliás, é não, é ÓTIMO. Caso contrário, cruza os dedos pra ser apenas uma paixonite e passar logo.

Amar é complicado. Muitas vezes, pessoas adoecem por causa dessa palavrinha, dá pra acreditar? Mas pera, pera: quando eu digo “ADOECEM”, não estou dizendo “choram dias e ficam depressivas”, estou dizendo ADOECEM MESMO, de ficar sem comer, ter que ir ao médico pra ver o que se passa, quando na verdade é apenas um coração gritando um nome, a falta daquela pessoa na rotina, no dia a dia, completando o que antes era incompleto e tudo mais.

É complicado, mas é isso mesmo que acontece. Amar não é dizer “eu te amo”, é dedicar todo o seu tempo àquela pessoa; é abrir mão de certas coisas (que antes você jamais abriria) por àquela pessoa; é tremer, suar frio, sentir o coração acelerado, só em ouvir o nome dele.

Muitas pessoas ao sair com fulaninho de tal, sentem aquele friozinho na barriga e pensam: “nossa, estou amando”. PEEEEEEM! Não é bem assim ein. Na maioria das vezes isso é apenas aquele nervosismo bobo, e que, ao chegar em casa já passou. Amar vai BEM além. É você saber que mesmo faltando três dias pro grande primeiro encontro, você já está super nervosa, com medo de falar besteira, planejando tudo pra ser perfeito, mesmo sabendo que na hora, nada do que você planejou vai acontecer [porque é sempre assim, não é mesmo?] e ao mesmo tempo ansiosa pra que chegue o dia e você possa estar ali, ao lado dele, sentindo o perfume dele, de mãos dadas com ele, nem que seja só por uma horinha, ou um minutinho, mas valeu a pena, porque ele estava lá e você aproveitou o tempo que lhes foi dado. Amar é simplesmente ter coragem de largar tudo em busca dele, porque sei lá, ele mora longe, ou enfim.

Deu pra perceber como essa palavra de quatro letras é tão complexa?
Mas também vale a pena quando tudo dar certo, né? Então, só uma coisa a dizer: nunca desista fácil, porque às vezes demora, mas quando acontece é de uma forma tão intensa que você com certeza esperaria tudo de novo.

Você pode gostar também:

0 comentários

POPULARES

INSTAGRAM

CONTATO

Nome

E-mail *

Mensagem *

Inscreva-se